Olha isso!

E agora, qual é a sua desculpa?
A minha é que eu não tenho uma calcinha cor-de-rosa como essa.

😮 Recebi por e-mail. Que coisa hem…Fico até com vergonha de estar tão quebradaça…

E mais uma semana terminando, graças a Deus, com saldo muito positivo. Tive uma única contrariedade, que ainda estou digerindo, mas nada que daqui a pouco não seja devidamente mandado para as cucuias. 

Novamente na TPM, humor oscilando, mas estou no controle dentro do possível. Na alimentação está tudo bem bacaninha, estou satisfeita comigo mesma.

Fui a Salvador a trabalho, na 5ª feira e voltei na 6ª feira à noite. Jantando no hotel, mesmo fazendo um pouco diferente do que tem sido em casa, tive excelente comportamento. No buffet de sobremesas, que não me atraíram, só me fez balançar um doce de bananas em rodelas, que parecia estar maravilhoso.  Não tinha sentido aderir ao buffet para comer um pouquinho de um doce quando, na verdade, eu nem queria um pouquinho, eu queria uma única rodela. Sabia que me bastaria, era só para sentir o gostinho mesmo. 

Isso foi resolvido quando um colega que viajou conosco resolveu ir ao tal buffet e, sabendo que eu estava aguando a tal rodelinha, pegou um pouquinho do doce de banana e acrescentou ao seu prato. Chegou na mesa dizendo: pronto, Beth, pega aqui o que você quer. E eu peguei, conforme desejava, uma rodela do doce. E aquela rodela me fez revirar os olhinhos e bastou mesmo.

Nos últimos tempos, antes de eu voltar a ter vergonha na cara 😀 talvez eu me servisse de uma porção do doce e, para não perder a oportunidade (estava pagando mesmo…) talvez uma fatiazinha do pudim e mais algo, mesmo sem vontade, por conta dos velhos e maus hábitos (cabeça de gordo e pobre?) que estavam encostados, achando que morariam novamente em mim. Se enganaram, pois foi só uma hospedagem que demorou, mas já acabou, peteleco neles.

No dia seguinte, aí sim, o desafio especialíssimo, pois o café da manhã do hotel é de derrubar qualquer um que não esteja muito sintonizado e comprometido com os seus objetivos/metas.

Geralmente não exagero muito, mesmo, mas sempre que o moderado lá acaba sendo bem menos legal do que poderia ser. Desta vez, serenamente, consumi o que eu já tinha planejado (a vantagem de já conhecer bem o hotel e saber de cor e salteado as opções, mesmo sendo muitas), sem me privar de matar a saudade do bolinho de estudante, que é doce e frito. Mas antes, eu matava a saudade de diversos outros itens que também só vejo por lá, e desta vez eu escolhi o que já havia pensado e não saí nem de leve do que havia me proposto. Sem privação, mas sem qualquer avanço do limite que previamente determinei.  Satisfação que não tem preço.

Após a reunião da manhã toda, com direito a estouro de champagne para brinde com a satisfação de tomar sem ter qualquer reação alérgica, fomos para uma churrascaria rodízio escolhida pelos amigos de lá para nossa confraternização pelo sucesso do projeto.

Não sou carnívora, sempre conto que em churrascarias não me sinto em risco, a não ser pelos belisquetes. Mas, não quis saber de belisquetes. O buffet de frios e saladas era muito farto, bonito, maravilhoso. E ali foi 90% da minha refeição, a base de folhas, palmito, uns pedacinhos de queijo, e alho assado, meu Deus, comi 2 cabeças imensas de alho assado, sozinha! kkkk Por muito tempo a pressão arterial não se elevará, depois disso. E a chance de um vampiro se aproximar é ZERO! kkkk Uma delícia. Aprendi a fazer e vou fazer em casa.

De carne, comi metade de uma lasquinha de picanha e uma linguiça, a menor do espeto, por escolha minha. Embora eu até goste de algumas carnes, não tive vontade alguma.  Me permiti dividir com minha amiga o mesmo pedaço de pudim de leite, assim nem ela, nem eu exageramos.

Estava saciada, sobretudo, de alegria, de bem estar ali no meio das pessoas com quem a gente trabalha, a maior parte à distância, mas tão pertinho na forma de pensar, de trabalhar, de se comprometer, de ter envolvimento de verdade (e não só nas palavras, no faz de conta), tesão no que se faz. Paixão mesmo.

E tome de falar besteira, de rir até chorar, bom demais. No fim da tarde, quase noite, pegamos o vôo de volta e se na ida eu e a minha amiga/chefe rimos até quase termos um troço, na volta não foi tão diferente, a viagem foi ótima, agradável, alegre.

Em casa comi só um pouco de melancia e deitei cedo, estava cansadinha, mas bem feliz. A filhota chegou ontem e ficará até a Páscoa, matando as saudades, que bom.

Hoje tenho festa de aniversário infantil, em casa de festas, com aquelas gostosuras todas que fazem parte. Estou tranquilinha, tenho CERTEZA de que no próximo post contarei coisas boas a vocês novamente.

Falta pouquinho para sair de férias, não vejo a hora. Se não estivesse tão cansada eu até retardaria um pouco mais, pois há coisas importantes que gostaria de fazer antes de me ausentar, que talvez não seja possível realizar só na próxima semana. Mas, vou respeitar meu corpo, minha mente, minha alma. Precisam mesmo de uma mudança, de relax e vou dar.

Desejo a todos um ótimo fim de semana, desejo que o saldo de vocês na semana também tenha sido positivo e, caso não tenha sido assim para todos, que estes tenham força, tenham compreensão consigo mesmos, que em vez de chutarem o balde usem a energia que gastariam neste chute (e depois no sentimento de ‘sou uma anta’ que vem depois) para se recomporem e seguirem, pois é para a frente que a gente anda.

Pessoal de Sampa,  mais uma vez deixo a dica dos serviços prestados pela nossa amiga blogueira  Elaine Regiane (massagens, drenagem linfática…), visitem os blogs dela (Caminho da Vitória e Global Bem Estar e, quem estiver precisando/querendo um tratamento auxiliar aí para  botar o corpitcho em dia, aproveite!

Beijo carinhoso! Fiquem com Deus!

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

35 respostas para Olha isso!

  1. Bruxa do 203 disse:

    Adorei as imagens! Quero chegar magra, esportiva e com boa memória aos 90 anos. Hoje em dia, com tanta informação e boa alimentação, a gente pode fazer isso.

    Sobremesa é um problema!! Às vezes já escolho os restaurantes com pouca variedade de doces, que servem só pudim de caixinha, assim não levanto para pegar. rsrsrsrs

    • Beth disse:

      Hoje em dia o que vejo de homens e mulheres com idade bem avançadinha dando um ‘olé’ em muita gente mais jovem, é só caminhar no calçadão para ficar de queixo caído! 🙂 Beijos, ótima semana.

  2. Electra disse:

    Oi minha ídala,

    Não estava conseguindo entrar no seu blog pq sou um tanto quanto burrinha!
    Digitava seu endereço errado.
    Dããããããr
    Mas aqui estou para matar saudades de ler seu jeito espontâneo e divertido de escrever.
    Adorei as imagens e confesso que não me vejo (jamais) em qualquer posição destas aí da foto kkkkkkkkk
    Adorei ver seu comportamento diante da fartura de comida de hotel!
    Continue sempre focada.
    Chegaremos lá….
    jos

  3. Elaine disse:

    Oieeee….
    Ótimo ter notícias tão boas, no quesito comportamento. Está de novo sendo a comandante do seu barco e nele você manda. Tô gostando de ver.
    Estou só imaginando a cena no avião, vc e sua amiga rindo….rs
    Parabéns também pelo sucesso no projeto. É uma delícia ser recompensada pelo trabalho.
    Obrigada pela força, tá?
    Beijocas

  4. teresinha disse:

    A señora da foto nos demonstra mais uma vez que a idade é só un número!
    Parabéns por ter feito tudo certimho nessa viajem que a tentação era grande mesmo!
    um abraço

    • Beth disse:

      Eu acho mesmo que idade é só um número. O que fazemos para nos mantermos bem ou não é que faz, em muitos casos, a diferença. Tenho uma vizinha que tem 82 anos, já está mais caidinha do que já foi, mas tem uma vitalidade, ainda assim, de dar gosto. E anda para lá e para cá, se vira nos trinta, dá aulas de piano, faz strudel p/ vender, dá aulas de Yoga… É show de bola. Beijos.

  5. Pelo jeito vc é bem determinada. Num banquete desses, e se controlou bem. Pelo jeito, não houve tempo de curtir Salvador.

    • Beth disse:

      Desta vez não deu para passear, fui para uma reunião e uma comemoração, nada além. Mas adoro aquela cidade, sempre que vou tento curtir um pouquinho. Este ano voltarei lá mais vezes, pelo planejamento de trabalho já traçado e, quem sabe, também a passeio… Beijo

  6. Lela disse:

    Oi Beth

    A minha desculpa é que ainda não tenho cabelos brancos!
    até lá vou estar bombando no alteres e ninguém me pega…essa aí vai ficar ficar no chinelo, aha!

    Fechando com chave de ouro sua semana de férias…viagem?
    sempre fica o gostinho de uma coisa ou outra por terminar mas é como disse; o corpo tem limites.

    Descansa e cuida de ti*

    Beiju

  7. walquiria disse:

    OI Beth, parabéns pela força de vontade, eu ainda estou patinando. Quanto a forma física falta a calcinha rosa e vergonha na minha cara. beijos

  8. Lucimeire disse:

    Afe Beth, nem com calcinha rosa eu quero ficar feinha igual…rsrsrs
    Qut as posições, nem nos tempos da educação física eu fazia, imagine agora?
    Menina, uma vez fiz uma aula de yoga (que a gente acha que é super zen) e quase morri. Tem aqueles alongamentos, e um deles tinha que cruzar os braços nas costas, tipo encontrar uma mão com a outra. As minhas não chegam nem perto, deu vergonha…
    Curta sua filhota e bjs!

    • Beth disse:

      Eu já fiz uma aula de Yoga que me deu trabalho, não é moleza mesmo, eu sei! Acho uma maravilha e pretendo me matricular em algo assim em breve.
      Beijo

  9. Elaine N disse:

    Olá, Beth. Nada como mudar o foco, né? Em algumas ocasiões podemos ficar interessadas primeiramente na comida (o que não foi o seu caso) e não aproveitarmos a companhia e o momento. Quando o foco muda, a nossa presença fica até mais agradável e participativa. Sem contar que não ficamos com a consciência nem o corpo mais pesados. Beijos, tenha uma ótima semana…

  10. Beth disse:

    É, a comida não tem que ser o principal, mesmo que ela seja uma das atrações nos eventos. Beijo!

  11. Fabi disse:

    Olá!!Fiquei com vergonha até, tudo bem que agora estou malhando, mas que disposição né??
    Que maravilha quando estamos cientes de nossas escolhas e fazemos tudo certinho não é mesmo?Parabéns pra ti!!Beijão

  12. Cacau disse:

    Na academia onde malhava , tem uma senhora que usa fralda geriatrica, e faz hidroginastica religiosamente todos os dias. Ver a disposicao, o bom humor e a alegria dessas senhoras, me fazia ter vergonha de dizer que estava cansada e nao queria malhar. Que bom que aos poucos esta se realinhando em relacao a sua RA. A gente sai do trilho mas nao desiste jamais!Bjs

    • Beth disse:

      É isso aí, Cacau, quem aprendeu a andar no trilho, sabe como é bom sentir-se no caminho certo, quando volta sente-se em casa de novo. Então, vamos em frente. Beijo.

  13. Milena disse:

    Oi Beth! tudo bem? Esse blog na verdade é o antigo “Vinte e Um de Maio” que após quase um ano trancado e sem atualizações, reabri com esse nome. Não avisei ninguém sobre ele, pois achei que não ia durar muito tempo a minha fase blogueira, tem até um post lá falando disso. Algumas pessoas (assim como você), me encontraram por acaso. É um prazer tê-la por lá. Abraço.

  14. Alaide disse:

    Oi querida! q saudade estou de volta esprecisando da sua ajuda q e sempre bem vinda pois vc é uma pessoa especial na minha vida eu tenho lido seu blog sempre e te adimirando a cada dia mais pois vc é uma guerreira! e cada dia uma dia aqui estou eu denovo recomeçando pq eu aprendi com vc ,so tropeça quem anda!!!!
    mts bjs!!!!

  15. Alaide disse:

    O meu end continua o mesmo ta divulga no seu blog bjs!!!

  16. Giovana disse:

    Que imagem, heim, Beth. Mas eu tenho um exemplo desses bem pertinho. Meu avô tem 84 anos, caminha 16 km todos os dias. Tem um corpicho e um preparo físico de dar inveja. E eu tô correndo atrás pra chegar na idade dele assim tbém.
    Bjim e uma ótima semana pra você.

  17. angelica disse:

    Boa tarde amiga!!!!!!! obrigada pelo carinho de sempre, estou voltado a ativa e a ser aquela mocinha, kkkkkkkkkkkkk que eu era, vim te agradecer o enorme carinho e fico muito feliz quando vc comenta no meu cantinho, adorei seu post. bjs.

  18. Nanda disse:

    Nem aos 19 eu tinha tanta energia…rsssss – E respeite seu tempo e descanse, que na volta, você coloca tudo em dia. Beijos.

    • Beth disse:

      🙂 Ah, com 19 eu tinha muita energia sim! kkkkk
      Acho que a questão não é a idade, é a forma como a gente se cuida, se prepara para cada ano a mais, não é? Beijos!

  19. hauhauahua muito boa as fotos! Que determinação hein?rs beijo apareça no meu novo blog

  20. NINI disse:

    parabéns amiga !!!!! você mudou mesmo!!! PARABÉNS!!!!! ISSO EU CHAMO DE SUCESSO!!! e que você continue assim sempreeeee!!!!
    Nini

    • Beth disse:

      Nini, era meter bronca ou ver a vaca ir para o brejo. Então, catei a vaca que já estava realmente escorregando e estou aqui, trabalhando, tem chão pela frente, mas vou encarar. Beijo! Obrigada!

  21. Tetê disse:

    Parabéns! É preciso ter uma cabeça bem firme para não sucumbir às delícias fora do cardápio diário. Você ficou no salto! Você é minha “ídola”! rs…rs…rs… Eu precisava passar uns dias colada em você prá ver se eu tomava vergonha!
    Quequéaquilo? A vovó é de elástico? E que pernas fortes, heim… Eu aqui cheia de artrose… Querida uma abençoada Semana Santa! Bjks Tetê

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s