Empurrando com a barriga?

E acabou o feriadão, passou o dia da Páscoa mas, como disse bem a Janinha, a Páscoa não é uma data e sim o início de um tempo, que seja um novo tempo de felicidade, de coisas boas!

Então, a primeira segundona dessas férias. E pensam que dormi até o fiofó fazer bico? Que nada! O despertador tocou cedo, para acordar o marido, que não está de férias. E eu atenta também ao horário do meu filho levantar, para não perder o vôo cedinho de volta a SP.  E o Luke vindo me dar mil beijos de ‘acorda, mamãe’, pois não sabe o que são férias!

Ok, quando quem tinha que sair saiu, eu fiquei na cama mais um pouco, cochilando, mas com um olho no padre e outro na missa, pois era dia da fiel escudeira vir dar um jeito nesta casa que estava pra lá de Bagdá e eu temia que ela tocasse a campainha e eu não ouvisse. Se bem que o Luke ia dar o sinal, mas nunca se sabe!

Tirei a 2ª feira para resolver umas coisas chatas, mas necessárias e que me têm tirado do sério. Não resolvi quase nada. Pelo menos fiz e transmiti o meu bendito Imposto de Renda deste ano, ainda bem. Mas as outras coisas, que nada! Fui a um determinado órgão público onde sempre, sempre, sempre saio com a sensação de que sou uma besta de ainda querer que me atendam com consideração e respeito, mas não estava a fim de me esquentar, nem dei piti! Kkk
Peguei fila grande com o meu dedinho fissurado doendo, e saí da fila depois de um tempão, ao ser avisada que ‘não adiantava nada estar ali, pois para resolver o meu problema só se eu agendasse previamente via Internet ou um determinado telefone’. Sendo que por telefone é um suplício, não se consegue atendimento. Via Internet é outro suplício, pois o site dá erro.

Ok, já em casa, depois de mil tentativas, acho que consegui finalmente agendar para voltar lá onde eu já estava! Kkk Mentira, agora estou de gracinha, na verdade eu agendei a ida a uma filial mais perto de casa, na próxima semana.

Toda vez que me vejo nessas enrolações fico pensando em como fui burra protelando a resolução. Nem sempre porque quis, claro. Mas algumas vezes (maioria), por não me organizar direito, de verdade, para cuidar do assunto. Rola de tudo. Falta de tempo, ou falta de saco, ou os dois ao mesmo tempo. E aí, quanto mais se empurra com a barriga, mais aquilo perturba, mais a gente demora a se livrar de algo que, chato ou não, tem solução.

Assim é com tudo. Vejo em casa como há coisas a serem consertadas, arrumadas, trocadas e como eu postergo. Falta grana, ou falta tempo, ou saco. Não raro, falta tudo junto. Muitas vezes, o que falta é priorização adequada.

E coisas que seriam resolvidas de forma mais simples acabam virando um troço de outro mundo.

O que custaria $$ lá atrás agora custa $$$$$. O que levaria X tempo para ser feito agora vai levar XX ou mais. O saco que eu não tinha agora tem que aparecer, senão a casa cai. Quem se estrepou com a embromação toda? Euzinha, claro.

Há pelo menos 4 anos falo em descupinizar o apartamento, e não é prevenção, é reação mesmo, pois os cupins já mandaram recados no armário do meu filho, no portal do corredor, no armário da cozinha e outros cantos.  Antes, não sabia como faria com o meu amado Murray. Ele faleceu, levei 8 meses sem cachorro até chegar o Luke e nesses 8 meses não descupinizei. Agora, tenho que fazer e logo, antes que os cupins me carreguem para fora de casa antes de botá-la abaixo. Sendo que agora já sei onde o Luke ficará por uns dias, há um resort canino super bacana onde ele será hospedado oportunamente. O Murray não agüentaria algo assim, sofria de saudade até por poucas horas sem a gente perto. Mas o Luke é mais desencanado, vai estranhar, mas vai tirar de letra.

E tem a cozinha para dar um jeito, está horrorosa há séculos. E os banheiros. E tudo. TU-DO. Ui, ui, ui!!!! Mas chegarei lá.

E isso vale para o emagrecimento. Quando cheguei à meta em dezembro de 2006 estava com um peso, mas quando recebi meu cartão de vitalícia no VP já era um peso a mais (cerca de 4 kg extras). O médico disse que era normalíssimo, para eu desencanar, mas cuidar para não aumentar. O VP deu força para eu tratar de reverter aquilo. Eu queria mesmo reverter, batalhei mas já não tão ‘de verdade’ assim, hoje eu sei (na época achava que estava abafando).
E fiquei nesse lero-lero tempos e tempos, sempre me cuidando, jamais deixei totalmente tudo de lado, mas não do jeito efetivo, não com a mesma atenção e firmeza de antes. Se tivesse sido mais firme comigo mesma, teria voltado ao peso alcançado logo. Deixando a coisa meio presa, meio frouxa, meio segura, meio solta, meio direita, meio ‘meia-boca’ etc.  por 4 anos, hoje tenho um caminho bem maior a percorrer.

Bom, mas leite derramado não é para chorar, ele ensina, a gente tem é que limpar e ficar atenta, fazer o que tem que fazer.

Estou fazendo, de verdade. Hoje, dia 25/04, estou no 22º dia de controle total.  🙂

Com 90% dos dias me dando, com honestidade, nota 10. Somente em 2 dias não fui tão bem assim, mas não fiquei com menos de 7.  Sinto-me bem, estou sintonizada com o que quero para mim. Comprometida, realmente. Até porque a água bateu na bunda, verdade seja dita!

A TPM se foi, a M veio e ainda está por aqui, embora este mês meio diferentinha, veio mais fraquinha. Ainda há uma retenção de líquidos provocando um inchaço discreto e o humor já está normalizado (graças a Deus). Só eu sei onde alguma discretíssima diferença já aparece no corpo, é mínima mesmo, mas já é sinal de avanço. Seja como for, vou em frente, isso é mais que certo.

Agora, cismei que mesmo devagarzinho, vou dar conta de um monte de coisas que empurrei com a barriga por muito tempo.

O que depende de grana e tempo maiores do que realmente tenho/consigo, vai ser feito bemmmm lentamente, mas pelo menos planejado estará e o compromisso vai existir. O que depende só de boa vontade, eu vou realmente me esforçar para acordá-la e fortalecê-la. Do mesmo jeito como tenho, bem naturalmente, sido constante há 22 dias no meu processo de re-emagrecimento, quero e vou levar adiante as programações e ações para outras coisas importantes.

Ai, que estou tão mocinha hoje né?

E vocês, estão postergando alguma coisa? Se a resposta for sim, pensem direitinho e vejam se um novo jeitinho de olhar para ela não vai fazer com que se resolvam a agir. Ao menos, se organizarem e se comprometerem para fazerem acontecer. Vamos parar de encompridar as estradas, gente? Algumas já são tão longas, cheias de curvas etc., não precisamos piorar as coisas né? Eu tenho um monte, monte mesmo de coisas para agitar. Vou nessa, então!

Vou curtir sim as férias, a praia, tudo que tenho direito e é possível. Mas vou tratar do que não pode e não quero mais empurrar com a barriga.

Beijos queridões, fiquem com Deus, boa semana.

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

24 respostas para Empurrando com a barriga?

  1. Lisa disse:

    Ordem e Progresso. Simples assim!

    • Beth disse:

      Exatamente isso. Mamãe passava esta mensagem, na sua forma de agir, de orientar, de criticar. Eu reclamava. Mas ela estava certa. Beijos!

  2. Anselmo disse:

    Oi Beth. Pelo que descreveu quase que é preciso trocar a casa toda, não ficaria mais barato? Tenho a certeza de que o Luke vai adorar umas férias num hotel, vai ser tipo ‘Um Hotel bom pra Cachorro’ heheh
    Ainda bem que tem conseguido manter o processo de emagrecimento da melhor forma possível. Eu tenho medo de subir agora à balança, apesar de ter perdido na semana passada 1kg (que para mim é algo inacreditável). Vou continuar com as mudanças feitas e ver se é agora que consigo entrar novamente no caminho certo.
    Beijos e tudo de bom. Curta suas férias ao máximo!

    • Beth disse:

      Oi Anselmo. Não, o apartamento é bom, é próprio e condição para uma troca é ‘zero’, fora outras questões afetivas que o envolvem. No caso é uma boa reforma, mesmo, gradativa, sabe? 🙂
      Beijos, força aí, tenho certeza de que já está encontrando de novo o caminho e logo contabilizará ainda mais vitórias.

  3. Alaide disse:

    Oi querida! eu tb estava so empurrando com a barriga meu processo de volta ao blog mais até q fim eu consegui voltar e estou conseguindo ficar entre 100% a 90 % mais temos que priorizar as nossas coisas pq se não vamos levando,levando até não aguentar mais ,mais graça a deus a gente acorda e reage o bem e q estamos no foco vamos enfrente,eu quero te ver ta marca um dia para a gente almoçar tenho muita saudade de vc mts bjs!!! VC É MUITO ESPECIAL!!!!!

  4. bartira disse:

    adorei como sempre suas palavras. vamos aproveitar a Páscoa e renascer. beijao e obrigada pelo apoio sempre, vc sempre me anima e me ajuda a recomeçar.

  5. Giovana disse:

    Nossa!!! Esse post foi escrito pra mim! Quanta coisa tenho por resolver e estou empurrado com a barriga.
    Seguindo sei exemplo vou por mãos a obra e não vou mais ficar postergando o que precisa ser feito.
    Obrigada pelo toque!
    Bjão.

    • Beth disse:

      A gente precisa, pelo menos, ter clareza do que está pendente, para poder priorizar, planejar o atendimento, é organização mesmo, sabe? Sou muito boa nisso no trabalho, mas de resto, empurro muito. Mas estou determinada a fazer melhor. Vamos então! Beijo!

  6. Valquiria disse:

    Oi Beth querida, quanto mais deixamos o tempo passar para realizar nossos objetivos mais dificil fica, mais acumulado isso é fato!Então vamos arregaçar as mangas e vamu bora fazer acontecer, novos tempos, novas realizações!
    beijos grandes,
    Val

  7. Cris disse:

    Obrigada beth pelo apoio moral. essa batalha nao esta sendo nada fácil, mas ninguem disse que seria né. Poxa, 22 dias perfeitos. Voce me inspira!! Que venha o novo tempo!

    Bjocas

  8. Andrea disse:

    Oi queridona!
    Esse post serviu pra eu arregalar os olhos, pq já estavam bem abertos desde domingo.
    Comi um tanto a mais de chocolate e passei mal…
    Dai que desde domingo tenho controlado o que entra, embora mesmo com dores, ainda no domingo tenha comido o que não devia.
    Ontem, assistindo o Roda Viva, numa entrevista com o Dr. Draúzio, ele disse uma coisa tão simples, mas que muitas vezes fingimos não entender:
    A pessoa pra ser saudável precisa apenas comer pouco e fazer exercícios. Só isso.
    Tão simples e tão complicado ao mesmo tempo.
    Mas só é complicado pq nós mesmos complicamos!
    É tão mais fácil ir empurrando e empurrando…
    Só que chega uma hora que não dá mais.
    Essa hora chegou pra mim também, rsrs.
    Espero que assim como aqui, tudo corra muito bem por aí.
    Beijos e ótimas férias!!

    PS: Vá organizando uma coisa de cada vez e finalize tudo antes de começar uma outra. Funciona.

  9. Brian disse:

    Olá!
    Eu não morri…rs.rs.rs
    Quero agradecer pessoalmente pela força.
    Continuo na luta.

    Abraços!

  10. Clara Miranda disse:

    Menina!
    Procrastinação tem sido meu nome nos últimos tempos. Tenho procrastinado tudo, e já estou colhendo alguns resultados ruins.
    Uma preguiça geral de tudo, affff, até de postar no blog.
    Mas graças à sua bronca, tô firme lá. Fiz um post com o resumo do que tem acontecido.
    Aiai… essa chuva então dá uma preguiciiiiinha pra tudo!

    Bjim

  11. Fabíola disse:

    Oi, Beth! Fazia tempo que não passava por aqui, saudade!!!
    Olha, eu estava há 4 anos adiando a reforma daqui de casa, até porque precisava que meus irmãos ajudassem, por ser de nós três. Eles nada interessados e eu vendo um patrimônio se desgastando. Até que dia 03 de agosto do ano passado tomei a decisão e reformei sozinha!!! Agora só falta a cozinha que já já será feita! Se eu soubesse que seria tão bom teria feito antes..rsrs E esse ano resolvi fazer a reforma em mim e graças a Deus está td indo bem! Tem que ser assim, decidir e fazer, caso contrário… não sai.
    Fiz descupunização antes da reforma, procurei várias empresas e a que mais senti confiança foi a Sanitas, gostei do resultado.
    Beijos

  12. Micha disse:

    ai ai, nem me fala…fiz uma lista de coisa pra realizar e estou riscando item por item (da casa), mas da ra e exercícios, ainda não levei tão a sério qto deveria…
    hj fui numa endocrino para q ela pedisse exame de sangue e ver como estou. ela pediu tb de urina e me deu encaminhamento pra uma nutri…
    vamos ver no q vai dar.

    /(,”)\\
    ./_\\. Beijossssssssss
    _| |_…………….

  13. Milena disse:

    Se eu postergo as coisas? Claro que sim, na maioria das vezes coisas chatinhas ou que não dependem só de mim para serem solucionadas.

  14. Sabe Beth a gente acostuma pôr a culpa no dinheiro e no tempo. Não sobra dinheiro pra arrumar o que está quebrado, não temos tempo para colocar as coisas em ordem. Mas se olharmos bem lá no fundo, você tem razão, o que falta mesmo é dar prioridade às coisas certas. Eu falaria até (não se ofenda, por favor mas creio que todas somos assim) que falta vergonha na cara. De assumir o que deve ser feito, dar um jeito e resolver. Eu tenho tomado muitas decisões e sei que vou colher bons frutos disso. Tenha uma ótima semana e melhore logo desse pé hein!

  15. Vanessa disse:

    Oi Beth!!!

    já começou bem a semana, hein.

    parabéns pela manutenção régia da RA, e pela alegria com que leva os problemas do cotidiano…. adoro seu alto astral.

    uma ótima semana para vc querida!!!

    e curta muuuito suas férias.

    beijussssss

  16. Beth querida! Que bom vir aqui e ver que vc está bem, de férias, iupiiii!! Obrigada pelo recadinho no meu blog! Ando sumida mesmo, mas sempre na área… rsrsrs. Estou tentando voltar, mas não anda sendo uma prioridade o blog, pra falar a verdade… ando postergando essa volta, hehehe. Passei o feriadão viajando e ainda estou tentando arrumar tudo e voltar a blogar. Logo estarei de volta! Aproveita bem as férias!! Ah! Acho que esse tal lugar que tem que agendar na internet ou no telefone só pode ser o INSS!! rsrsrs. Espero que vc consiga resolver tudo o que precisa! Beijos!!! Cris

  17. bartira disse:

    será que alguma mulher no mundo sabe fazer uma malinha básica de viagem? kkkkk
    valeu pelas dicas. eu durmo muito tarde, por isso gostaria de conseguir nao jantar e tomar só o shake. até porque comi a sopa, mas uma concha só nao me satisfaz, comi 3. e hoje me acabei na berinjela, com azeite. tá certo que hj era meu dia mais livre e nao jaquei total, mas ainda estou comendo MUITO à noite…mas amanha recomeco e uma hora acerto, certeza! beijao querida. e obrigada sempre.

    • Beth disse:

      Mas quem disse que é para tomar uma única concha de sopa? Querida, se não se alimentar de forma suficiente, vai sentir fome mesmo! Não seja radical.
      Radicalismo gera alimentação insuficiente para se nutrir e para se sentir bem até mesmo emocionalmente, leva depois a outros descontroles.
      Sobre a mala básica, eu consigo sim, quando vou para um lugar onde sei que não haverá mudança brusca de temperatura. Quando vou ao Nordeste, por exemplo, é tranquilíssimo. Mas para SP e suas cidades, impraticável…rs
      Beijos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s