Seguindo em frente!

É noite de quinta-feira e, felizmente, hoje o dia foi mais bonito, fez sol e deu uma boa esquentada. Melhorei do resfriado, mas ainda não estou 100%. Só que não sou de me entregar muito, então tratei do que tinha que ser tratado, do mesmo jeito.

Foi dia de dentista, estou levando muito a sério o tratamento e avançando significativamente nos ‘consertos’ que a minha boquinha necessita. Para ‘ajudar’, estou com uma inflamação na gengiva, do lado esquerdo superior, e proibida de mastigar por um tempo com o lado direito superior.

Ou seja: não é para mastigar, ou estrago o preparo que a dentista fez de um lado e pioro o incômodo da gengiva do outro lado. Não é lindo? kkk

Saindo do consultório dei uma andadinha de leve no comércio, com direito a mais comprinhas (uma blusa e uma calça comprida, simples, bonitinhas, para o dia-a-dia). Isso porque ontem na Renner eu já tinha feito graça, comprando 2 blusas. E porque lá em Piracicaba eu também me engracei (com todo o incentivo do maridão).

Sempre gostei muito de comprar roupas, principalmente quando isso deixou de ser martírio, mas agora tem sido mais especial, porque saber que estou de novo na linha, mais disciplinada, mais concentrada, me faz querer testar, me faz querer entrar mais nos provadores, pegar aquela roupa que eu sei que não deve caber direito, para ver quanto falta… e a maior parte do que tenho pego tem dado sim. Algumas, claro, não ficam tão boas, mas não tem sido nenhum suplício, ainda bem.

Não nego que ter engordado gerou uma certa apreensão, embora esse tempo todo eu sempre tenha comprado roupas e usado a maior parte do que tenho no armário. Mas, hoje mesmo, uma blusa de tecido branca que há pouco tempo estava boa e depois ficou muito justa, coube direitinho, mas ‘avisou’ que se eu emagrecer uns 3 kg ela ficará melhor. E quando eu emagrecer uns 5 kg ela ficará maravilhosa. Foi devidamente devolvida ao cabide, para daqui a um tempinho ser usada e assim será, tenho total certeza.

Confesso, e é duro demais admitir, que andei com medo da balança. Eu que sempre incentivo todos a não fugirem da realidade, dou a mão à palmatória, registrando aqui que tenho fugido dela. Primeiro, porque estava num oba-oba tremendo, ultimamente. Aí acertei o passo e não tinha idéia de onde a balança tinha ido parar, uma ex-faxineira a enfurnou e há tempos eu não achava.

Achei, finalmente. Aliás, a atual faxineira achou, para dizer a verdade, ao desatravancar um espaço em casa onde havia zilhões de coisas e a pobre da Plenna ali, EMBAIXO de tudo, coitada!

Então, há cerca de 2 semanas eu a olho lá, quietinha, me esperando e digo: mais um pouquinho, me aguarde, por favor! É que o peso, para mim, é um indicador, sem dúvida, mas não é tudo, não persigo um número e sim o estilo de vida, o comportamento, a qualidade da alimentação, o bom senso que me levaram ao emagrecimento de tanto peso, gradativamente, por mudança de hábitos.

Quero sim novamente o peso que consegui conquistar, mas ele é só um marco. E tenho investido de verdade na disciplina, o que tem sido muito natural, é como se jamais eu tivesse saído do eixo, mas eu saí e o preju está aqui, só que devagarzinho vou revertendo a história.

Então, quero saber o meu peso, não quero saber por balança de outro lugar, quero a que será a minha referência semanal a partir do momento em que subir nela. Aí, hoje eu subi.

Sabem o que aconteceu? Ela não me respondia nada. Pensei que todo o sufoco pelo qual ela passou no seu enfurnamento a tivesse matado. Tentei várias vezes. Um pezinho, depois o outro, alternando. Até que ela deu sinal de vida. Respirei fundo e subi com os dois pés, pronta para o que desse e viesse.

E o que veio? Um sinal de que a bateria está fraca, já era! kkkkkkk Não sei se gostei ou não gostei, sei que saí da balança rindo de mim mesma e dela. Agora, vou comprar a pilha, bateria, sei lá, nunca troquei antes, vou levar em algum lugar para uma revisão, sei lá o que tem com ela…rs Mas já venci um bloqueiozinho que jamais pensei que teria, mas tive e reconhecendo que tive, estou contando a vocÊs.

Antes de admitir algo para quem quer que seja, eu tenho que admitir para mim mesma, certo? Bom, de qualquer forma, eu continuo indo em frente, com bastante tranquilidade, fazendo as coisas com bom senso, sem dramas, sem privações e sem neuras.

Continuo aproveitando cada minutinho de férias, sagradas e abençoadas, como eu precisava delas, agora vejo melhor do que nunca como eu estava mesmo esgotada. Curto tudo, até dia de chuva, que não gosto, eu estou curtindo, vÊ se pode! Tudo me remete a repouso. Se não é físico, é mental, é emocional… e tem sido muito bom.

Vai chegando o Dia das Mães, estou feliz porque o meu filhão já está certo de vir para o Rio, passagens já compradas, que delícia. Melhor presente não há, do que o seu abraço, o seu beijo, a sua carinha gostosa me olhando, nem que seja para me zoar, nisso ele é muito bom também, o danado! kkkk

Desejo que a semana de todos prossiga bem, está quase no final, mas é um dia de cada vez, hoje ainda há o que ser feito, amanhã e sábado também. Quem está na linha parabéns, continue assim. Quem ainda não acertou o passo nesta semana, pegue hoje ainda, não deixe para segunda-feira, dá para avançar nem que seja um pouquinho ainda ok?

Recomendo um blog muito bacana que conheci hoje, indicado pelo amigo blogueiro light Brian. Trata-se da Petê Camargo Ponzetta, uma mulher que emagreceu mais de 75 kg com reeducação e compartilha seus aprendizados e muitas coisas legais no blog dela, AQUI.  Mais um exemplo de que com determinação, perseverança, paciência e outros ingredientes importantes, é possível virar o jogo, seja como ele estiver!

E para terminar, mais uma foto do batizado da nossa afilhadinha, lá no interior de SP (Piracicaba). Eu, o maridão e no meio a filhota (botou jaquetinha porque o vestido, tomara que caia, não era lá tão adequado para o local).

Beijos em todos!

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

23 respostas para Seguindo em frente!

  1. Elaine disse:

    Parabéns…Amei o visual, show de bola mesmo…Até me lembrou u m pouco a roupa que usei no batizado da Isabella, uma blusa roza, com mangas morcego, tudo bem, nada a ver, apenas lembrei pelos detalhes em roxo, neste dia, usei com uma bermuda social até o joelho, roxa também. Era magrinha na época, uma beleza, pesava uns 68 kilos com uma bebe de 6 meses, bom demais né?
    Agora mais um Parabéns…pela filhota, menina ela é linda. O Vicente, com todo o respeito, tá? Tá bonitão também! Parabéns pela família maravilhosa. E que venha a Dona Plenaa, tenho certeza que ela trará ótimas notícias.

    Beijocas carinhosas

  2. Elaine disse:

    Parabéns…A roupa ficou lindamente maravilhosa. Adorei o visual. Lembrou até a roupa que usei no batizado da Isabella, uma blusa manga morcego, em toxo florido usada com uma bermuda social na altura dos joelhos roxa também e sapato roxo com fivela na frente. Tá não tem nada a ver, mas é que os detalhes em roxo da sua estampa, somados ao clima de batizado, remeteram a esta lembrança. Na época fiquei super bem, imagine uma bebê de 5 meses mais ou menos, e eu pesava 67 kilos. Tudo caía muito bem.
    Parabéns de novo…agora pela filhota, que eu ainda não conhecia nem por foto, uma gata!
    E com todo o respeito, Parabéns também pelo maridão, a camisa dele combinou com a estampa do seu macacão, ficou muito bonito.
    Que família linda, só faltou o Xande na foto…Mas logo vc tira foto com a familia toda e publica, ok?
    Beijocas carinhosas

  3. Dani disse:

    Oi Beth,

    Está lindona na foto, que gostoso os momentos com as pessoas que a gente ama.

    Adoro o seu pensamento a respeito do emagrecimento visto através da melhora de saúde e hábitos e não somente por um número na balança, concordo plenamente.

    Aproveite bastante o dia das mães, vocês são as pessoas mais importante do mundo, e eu vou visitar minha mãezinha na minha terra natal, Cataguases – MG, e abraçá-la muito, porque chamego de mãe é bão demais da conta!!!!

  4. Vanessa disse:

    Oi Beth!!!

    realmente é muuuuito bom experientar uma peça de roupa e… servir! mesmo que seja GG ( e viu… realmente a sensação foi tão gostosa, como se fosse um P… rssss). Fiquei feliz, feliz.

    justamente hoje aconteceu a mesma coisa comigo (sobre o evento da camisa!)… vc acredita que depois de 3 trocas, fiquei vestida com uma preta… meu, mas só foi eu comer uma fatiazinha de mamão e 1 xícara de leite, que abriu um espaçozinho entre os botões… vc acredita!!! hahahaha… tive que trocar, e a pecita ¨foi devidamente devolvida ao cabide¨ e acabei por vestir uma camiseta!!! hahahaha!!!

    continue curtindo o máximo suas férias, e espero que vc melhore loguinho…

    beijussssssssss

  5. Eu me sinto muito feliz no manequim 46, foi muito triste para mim viver no 54. Nada nas lojas entrava e era muito degradante procurar roupas ou até pensar em comprar. Claro que queremos sempre um pouquinho mais, sonho em vestir o 42, mas paciência, senão perco o foco novamente.

    Você é um exemplo, venho aqui para me inspirar quando estou em tentação. Se eu tiver a mesma persistência o sucesso também virá.

    Adoro o seu blog!

  6. aline disse:

    Oi…voltei….e que bom te verassim concentrada nos seus ideias e indo a luta….
    Ai também amo comprar (rsrsrs) no momento dei uma parada mas porconta do corpo mesmo,mas assim que voltar ao prumo vou comprar umas roupinhas….
    Linda foto a roupaficou bem legal…..acho que vi seu marido outro dia em Botafogo quase perguntei “vc é o marido da beth ?!” mas fiquei sem graça…..
    Bom minha linda um otimo fim de semana pra vc…
    bjs

    • Beth disse:

      Quando for assim, pergunte, ele é gente boa, vai responder com toda a atenção! 🙂
      Pode ter sido ele sim, eu moro em Botafogo…
      Beijos, bom saber que voltou!

  7. Monica disse:

    Oi flor
    bom dia!
    Vc sempre me inspirando né rs…
    Realmente comprar roupas é uma delííííícia, mas ultimamente para mim, como relatei no blog, está se tornando um martírio. Pois sempre (há 5 anos atras) o que mais me deixava feliz, era comprar um jeans, uma calcinha bonitinha e uma blusinha. Gosto muito de roupas “clássicas”, e infelizmente elas tem numeração limitada! O que acaba sendo um incentivo, emagrecer para usar o que gosto, só que é tão dificil! Tãããããããããããããããão difícil. Mas tenho certeza que vou conseguir, vou conseguir chegar no meu objetivo, natal mais magra.
    Eu estou precisando muito de uma PLENNA, para me policiar! Saber quando e, principalmente, o que houve durante a semana para ter comido mais… (vou falar sobre no meu blog depois… ) e estou bem sem grana para investir em uma amiga PLENNA rss

    Sua familia é linda!
    Que Deus abençoe
    e “até breve” heheh
    Um beijo
    Mônicat rsss

    • Beth disse:

      Flor, tudo que você encarar como Difíiiiicilllllllll será sempre assim, dificílimo, algo considerado quase inalcançável. Não é fácil, realmente. Mas não é tão terrível assim. Comece mudando o jeito de ver, comece não supervalorizando a dificuldade e, sim, a sua vontade, a sua convicção de que pode dar conta disso, comece sentindo-se desafiada, e não intimidada, diante da dificuldade, e tudo fiará mais simples ou, no mínimo, menos complicado. Vai por mim…rs
      Beijos

  8. Brian disse:

    Oi, Beth!
    Eu tenho um irmão que mora em Piracicaba e minha mãe foi pra lá esta semana. Terra boa.
    Também tenho roupas que estão me esperando. Peço a elas paciência..rs.r.s
    Minha filha está melhorando, obrigado pelo carinho.
    Feliz dias da mães pra você.

  9. Clara Miranda disse:

    Gathíssima (pra rimar com o Bethíssima), que delícia, hein?
    Dia das mães com o filhote na cola deve ser muito bom!
    Pois é, pois é… esse negócio de roupa me tira do sério, sabia?
    Ainda vou alcançar esse seu estágio de vestir e ver que falta pouco.
    Beijinhos!

    • Beth disse:

      Clara, tudo depende do que a gente está se propondo a vestir, a ‘ficar bom’. Não tenho pretensões, por uma questão de realismo, de usar uma peça manequim muito abaixo do que, realmente, tem sentido para mim e para o que dá para chegar, sem fazer besteira. Quem já usou 64 tem orgasmos em botar um 48 ou 46 e ficar bacaninha, sabe? 🙂 E quando uma blusinha tamanho U (mesmo que seja bemmm elástica) fica boa, aí é orgasmo múltiplo…rs Beijo

  10. LuRussa disse:

    ahhhhhhhhhhhhhhhhh vc veio aqui no interioRRRRRRRRRR e nem me avisou ?????rsrsrs

    • Beth disse:

      Menina, dessa vez era programação só familiar mesmo, sabe que não ligamos para nenhum amigo, pois não daria para ver ninguém? Mas a gente vai voltar… eu aviso tá? Beijo

  11. Giovana disse:

    Passando pra desejar um ótimo fim de semana e um FELIZ DIA DAS MÃES!!! Bjim.

  12. Lisa disse:

    . . . dieta é um saco . . . queijo Cotagge é a pior coisa do mundo . . . pós de proteína me dão ânsia de vômito e um nutricionista que manda colocalr UMA rodela de tomate e orégano em cima de UM biscoito de água e sal como “lanche da tarde” deve ser mandado pro Umbral (aquele lugar medonho, do filme Nosso lar). — aos 17.02.2011 em http://fernandacmello.blogspot.com

    • Beth disse:

      Menina, eu acho queijo Cottage maravilhoso, compro da marca Verde Campo (vendido na rede Hortifruti) e se não ficar atenta, como às colheradas!!! Vou ler o tal blog…rs Beijos

  13. Alaide disse:

    Oi querida! ta lindona! so faltou o decontão de Beth!!kkkkk que bom q vc venceu o seu temor as vezes tb ficoassim pensando q D. plena não vai sirrir para mim mais temos que enfrentar ela,q bom q vc vai passar o dia das mães com seu princípe! que seje um domingo cheio de amor e repleto de carinho fica firme e vamos em frente ! eu tb sitei o blog da Pete no meu blog da um olhadinha lá bjs!!!!!

  14. Edite Lima disse:

    Oi Bete. Eu sempre me encanto com sua determinação. Isso mesmo. Coragem e persistência. Um escorregãozinho de vez em quando acontece, mas nada que com muita força de vontade como a que vc mostra, não resolva. E é realmente muito bom se ver bem dentro de uma peça de roupa. Vc é realmente “uma mulher que sabe o que quer”. Foi assim que a identifiquei lá no meu link. Abcs

  15. Edite Lima disse:

    E um Feliz Dia Das Mães!

  16. Obrigada pelo seu apoio no meu blog.

    Eu leio as coisas nos blogs e não sei da onde tiro, achava que era do blog da Larissa a ação filantrópica, gostava de fazer isso mensalmente. Pra mim doar em alimentos os quilos que eliminei me ajudava a lembrar o quanto eu pesava, carrego sozinha para perceber como esse excesso fazia mal para o meu corpo.

    Quanto a banana, concordo com você, o corpo é sábio! Como ando com rotina nas atividades físicas meu corpo deve estar pedindo isso!

    Muito obrigada pelo seu apoio! Por isso te admiro tanto, não são todas as nossas musas inspiradoras que dão atenção!

    Bjocas

    • Beth disse:

      🙂 Mas eu não sou musa, minha querida… sou companheirinha de estrada, aprendendo e desaprendendo, como você, como todo mundo, viu? Beijos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s