Abacate na salada

De segunda a sexta-feira eu almoço na rua, quando estou trabalhando. E, não raro, nos finais de semana também, pelo menos 70% das vezes.  Então, sempre me deparo com variedade de comida, sejam saladas, carnes etc. em todo canto.

Em casa, à noite, tudo é bem frugal. Não temos hábito de preparar janta. Ou fazemos um lanche (que não necessariamente é sanduiche, variamos bastante), ou tomamos uma sopinha, ou de repente até preparamos uma omelete para comer com uma saladinha (no caso de sentirmos necessidade/vontade de jantar mesmo). No meu caso, às vezes um sucão de verduras c/ frutas ou algo assim já é o que basta.

Isto porque meu cardápio ampliou cada vez mais, desde 2003 (início do processo de reeducação), mas meu interesse em ser prática e não inventar trabalho extra sem necessidade manteve-se também em alta.

Quando faço comida em casa no fim de semana, também não sou de ficar inventando muita moda. Sei cozinhar, é o que faço melhor numa casa (no resto, sou uma negação e nem quero mesmo nada com o assunto). Porém, cada vez menos quero usar o meu tempo num dia tão gostoso para ficar na cozinha. Priorizo o lazer e o descanso. Mas, quando opto por cozinhar, seja um prato muito simples ou algo eventualmente mais trabalhoso, faço com amor, com carinho, claro.

Eu e o Vi muitas vezes preparamos juntos nossas refeições, ou ele fica na parte chata (descascar, cortar etc.) enquanto eu elaboro o prato ou fazemos tudo juntos. Ou ele que faz e eu só dou palpite. Varia. Mas se tem algo que adoramos preparar juntos é uma boa saladinha.

Vamos inventando moda, misturando isso com aquilo, tornando a salada colorida, atraente, ela muita vezes vira o prato principal. Tem dias que a salada parece de capa de revista. Tem dias que ela é super comum.

Gostamos de doce com salgado,o Vi antigamente não tinha hábito, hoje ele adora, é o primeiro a sugerir colocarmos frutas na salada, tem até que segurar senão ele bota coisa demais.

Conforme a salada, entra manga picada, ou maçã, ou uvas… vamos variando. Por ex., jamais pensei em goiaba picada ou em rodelas finas em saladas, com casca e tudo, até que comi isso, uns 5 anos atrás, em um restaurante a quilo e fiquei impressionada, como fica bom!

Já por duas vezes, no Forte Copacabana, comi uma salada na Colombo que tem pedaços de banana-passa no meio, isso dá um contraste fascinante, fica melhor ainda do que com uva-passa! E ainda não lembrei de trazer banana-passa para casa para preparar uma salada com ela aqui, preciso anotar isso!

Vocês já salpicaram coco ralado sobre uma salada com folhas e algumas outras coisas? Nossa, fica uma maravilha! Experimentem. Aqui foi sucesso total.

Há algum tempo eu vinha pensando em usar abacate e saí catando na Internet receitas, para ter idéia, antes de eu mesma começar a inventar, e achei cada coisa legal!

Engana-se quem já fizer cara feia, pensando ‘ah, mas abacate engoooorda’!Qualquer coisa nos engorda se exagerarmos, se não comermos de forma moderada, se não atentarmos para as combinações, para uma série de coisas que devem ser consideradas para um cardápio equilibrado.

Pela tabela do VP, 4 colheres de sopa de abacate valem 1 ponto, isso é o mesmo que 1 maçã, 1 banana prata média,  1 laranja, 1 porção de melancia, abacaxi, uvas, por exemplo!  Ou seja, sem fricotes, gente boa! É só não querer comer de uma vez o abacate inteiro com açúcar, ou pior ainda, como eu fazia antigamente, antes de ter juízo: batia no liquidificador com creme de leite e leite condensado. 😮

O abacate é gorduroso, realmente, mas é uma gordura boa, que faz bem ao coração, segundo os especialistas. Dentre várias informações que pesquisei a respeito, consta que a gordura presente no abacate é muito benéfica à saúde, por ser um ácido graxo monoinsaturado, elevando o bom colesterol (HDL) e diminuindo o colesterol ruim (LDL).

Além disso, a sua ação não é nociva às funções do fígado, pelo contrário, atua como um suavizante digestivo.

O abacate também possui muito Fósforo e proteínas, combatendo a desnutrição e suas complicações, além de ser um ótimo aliado no fortalecimento ósseo. Com alto teor energético, é  fundamental na alimentação de atletas, e é de grande valor para o desenvolvimento intelectual auxiliando na prevenção da fadiga mental.

E tem mais: Suas folhas são bastante utilizadas na preparação de chás, que atuam na regularidade intestinal e a eliminação de desconforto do aparelho reprodutor feminino, sendo também indicado para tratar de infecções da garganta e  no tratamento para aliviar a tosse. Nada mal!

No último domingo fiz algo bem simples e que deu mais que certo: uma salada de alface com beterraba, absolutamente comum. Porém, servida com molho de abacate light, receita que achei na Internet (vi que foi publicada na revista Dieta Já). Deu um ‘tchan’ na salada, e o sabor, excelente.

Tirei uma foto, quando estava levando à mesa. O resto do cardápio foi um risotinho de arroz arbóreo (Raris) c/ brócolis (sobra de sábado) e almôndegas ao sugo.

No final do post estou colocando a receita do molho, para quem se habilitar.

Diversificar cardápio, experimentar novos sabores, testar receitas, imaginar o que pode ser combinado, pensar sempre em algo bonito e colorido à mesa, é uma forma de se manter motivado também, de colocar o organismo para funcionar, sem acomodações, de ampliar as opções, de aumentar o prazer à mesa.

E vocês, o que andam fazendo para um cardápio mais tchan tchan tchan?

Salada de beterraba com creme de abacate e parmesão light

● 2 beterrabas cozidas e cortadas em fatias
● 1 xícara (chá) de abacate maduro
● 1/2 copo de iogurte desnatado
● 1 colher (chá) de azeite de oliva
● 1 fatia de cebola picada
● 1 pitada de sal
● 1/2 limão espremido
● 1 colher (sopa) de queijo parmesão light ralado  (eu usei o comum)

Modo de preparo: Dispor as fatias de beterraba num prato especial para saladas e reservar. Bater no liqüidificador o abacate e o restante dos ingredientes. Derramar o creme sobre as beterrabas e salpicar com o queijo. Obs.: Eu preferi colocar o creme em uma vasilhinha, no centro da travessa, para cada um se servir como preferisse. Até porque havia folhas na salada e as que sobrassem ficariam molengas, murchas, com o molho em cima.

Beijos

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

23 respostas para Abacate na salada

  1. Rosemary disse:

    Oi Beth quanto tempo! Estou em falta com vc, nunca mais dei notícias. Mais sempre lembro de vc, aquele telefonema que me deu, em um momento, tão difícil da minha vida. Estou tocando a vida,tento viver o hoje, da melhor maneira possível( que para mim, é viver normalmente,apesar dos pesares estou bem, graças a Deus, estou fazendo exames, mais faz parte da vida). Beijos, flor.

    • Beth disse:

      Ô minha querida, que alegria ter notícias suas, sempre penso em você! Vamos retomar contato!!!! A vida é isso mesmo amiga, tocando um dia de cada vez! Beijo!!!!

  2. Dani disse:

    Olá Beth,

    Adorei, gosto de coisas bem práticas também, porque assim como você, não almoço em casa e poucas vezes janto também. Então no fim de semana quero coisa práticas, leves e muito saborosas e com certeza vou anotar essa super dica!

    Beijos

  3. Bruxa do 203 disse:

    Adoro abacate na salada. Acho a melhor maneira de consumi-lo. Boa ideia misturar com beterraba, deve ser uma ótima combinação, dois alimentos excelentes.

  4. Ane Caroline disse:

    Oi Beth….

    nossa amei essa de molho de abacate para saladas….vou experimentar aqui em casa uma hora dessas…

    eu adoro manga e abacaxi nas saladas, ficam mais interessantes de comer ja que nao curto muito folhas verdes, agora com frutas eu adorooooo todas….rssss

    bjao e obrigada pela receitinha!

  5. Olá amiga, amo abacate, qdo eu fazia dieta com a nutri ela colocou abacate na dieta, adorei tua saladinha e vou copiar…hehehe…Bjinhos

  6. teresinha disse:

    Uma das primeiras novedades que vi ao chegar a Venezuela é que aquí o abacate nao é considerado fruta: en uma ensalada mixta com tomate, cebola, alface é muito común adicionar fatias de abacate. Por outro lado cuando eu digo aos meus amigos venezolanos que nós brasileiros comemos abacate com azúcar e limao ou fazemos a vitamina eles se extranham.
    O abacate tem gordura monosaturada que é muito boa para a saúde. Acho que voce fez bem en adicionar abacate a sua ensalada, a moda venezolana.

    Um abraço

  7. kecia disse:

    Oi Linda,foi bom ter vc no meu cantinho valeu mesmo fique feliz da vida. Gosto muito de saladas, não sou muito de abacate,mais nesse caso parece que ficou bom,gosto muito de cozinhar e de inovar,pena que o maridão e os filhos só gostão do tradicional feijão e arroz;

    vou indo mais volto;

    beijos!!

  8. Electra disse:

    Hum…adorei a receita!
    Até a “roubei” para mim….rs
    Aqui em casa (nos finais de semana) maridão assume a cozinha.
    O problema é que ele faz um sujeira danada …rs
    Mas eu curto cozinhar e prefiro fazer minhas refeições em casa mesmo.
    Bjoa

  9. Vanessa disse:

    Oi Beth!!!

    hummmm, que gostoso hein!!!
    comida boa… companhia melhor ainda… ô, vida boa sô!
    hahahaha… brincadeiras à parte, gostoso mesmo é vc demonstrar carinho e consideração compartilhada com seu lindo.
    beijussssssss

  10. Milena disse:

    Confesso que sou da turma dos que não gostam de misturar doce com salgado. Mas, acho super bacana você incrementar sua alimentação com novidades saudáveis e light. Sair da rotina alimentar é fundamental num processo de reeducação. Eu também, a minha maneira, procuro fazer isso.

    Bom fim de semana.

  11. Lela disse:

    Oi querida

    Que me dera parceria na cozinha…Love só olha pra ver se tá pronto, aha!
    Melhor que fugir do trivial e inventar coisinhas gostosas; parece bem nutritiva*

    Dá gosto de olhar! Adoro doce com salgado tb!

    Te desejo um findi bem gostoso,
    Como tá frio aqui…

    Beiju

  12. Giovana disse:

    Passando pra desejar um ótimo fim de semana.
    Bjim.

  13. Giovana disse:

    Tem um selinho pra você no meu blog. Passa lá.
    Bjim.

  14. Amo cozinhar e faço-o diariamente. Mas confesso que não gosto muito de misturar doces com salgados. Côco me algo? Nem pensar, não gosto de côco. Passas não me apetecem, manga então não como mesmo…
    Na verdade não sou muito fã de doces.

    Beijos gatona, bom final de semana!

  15. Lisa disse:

    não sei como é em Portugal, mas de resto todos os países europeus e na América Latina com exceção do Brasil, gente dos demais países ficam espantaaaaaaaadas com essa de abacate com açúcar… com leite condensado… rs… no meu tempo do VP eu comia abacate puro… que delícia !!! é uma mão na roda pro bom funcionamento intestinal tb… além de tudo o que vc menciona no post. — sem misturar o abacte com carboidrato, o abacate não é engordativo não. — nunca ouvi falar em banana-passa e vou pesquisar pra saber como consigo isso de forma caseira. — minha avó fazia pratos salgados com algo doce na Ceia de Natal e de Ano Novo… meu tio tinha o costume de misturar um pedaço de goiabada ao arroz com feijão e mistura… goiabada caseira que mina avó fazia pro ano todo ! mas é claro que goiabada de lata vale tb…

  16. Walquiria disse:

    Olá. Querida, obrigada pela visita, a Juju tá bem. Salada bonita, também aproveito frutas em saladas, são um toque a mais. Beijos

  17. Anabela disse:

    Oi querida!
    Também sou uma negação na cozinha rsrsrsrrs….detesto cozinha, mas com isto da RA aprendi a fazer muita coisa, mais grelhados, muita sopa, muita salada cheia de cor, e vou ficar aí com essa receita porque o abacate é bem light e é rico em minerais.
    Vou copiar e fazer. Baterraba não estou bem certa de gostar, mas vou tentar.
    Beijos de carinho e bom fim de semana….sem jaca

  18. Nanda disse:

    Sou muito chata com comida e abacate, não chego nem perto…rs – Adoraria ser menos fresca; quem sabe algum dia? Beijos.

    • Beth disse:

      Sabe, Nanda… eu já fui tão chata, mas tão cri-cri para comida, eu não comia 90% do que como hoje, sem exagero! Só vendo! Com a reeducação tive interesse, já com mais de 46 anos de idade, em re-experimentar coisas, provar pela primeira vez outras, hoje ainda há o que não como, mas é pouca coisa, em relação ao que já foi. Não boto quiabo na minha boca nem por dinheiro! kkk Odeio fruta do conte, não suporto chocolate, jaca então só de pensar no cheiro tenho nojo. E polvo? E tantas outras coisas? Mas boa parte eu como, ainda bem, ampliando meu cardápio passei a viver com mais facilidades…rs Beijos!

  19. Edite Lima disse:

    Vc faz parecer o seu momento na cozinha de total descontração. Isso é muito bomTudo fica mais gostoso quando feito com carinho. Apreciei a receita , já sabia de alguns benefícios do abacate mas não assim de forma tão detalhada. Realmente é uma questão de saber dosar. Tudo em exagero só prejudica. Abraços.

  20. Beth, ontem tentei comentar aqui, mas não consegui. Gostei do post, pois adoro fazer variações alimentares, com saladas então…Hoje no almoço preparei uma saladinha com beterraba, couve-flor, vagem, tomate cru, rodelas de cebola e pedaços de manga, tudo regado com um bom azeite de oliva. Pense!! bjs amada!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s