Trégua com a amiga balança

Mesmo não podendo confiar totalmente, ainda, na minha balança, depois do que ela me aprontou (contei no post passado) e não tendo feito as verificações planejadas nela, inclusive com troca de bateria, eu queria me pesar.

E não queria que fosse em outra balança, em outro lugar, com referências diferentes. Não teria, da mesma forma, os mesmos parâmetros para avaliar. E ficaria confusa, ou seja, não confiaria no resultado, do mesmo jeito. Ou sim, não sei…mas não queria.

Na última 6a feira acordei com vontade de ver de novo qual era a dela. Não era o melhor dia e melhor horário, estava mais cedo do que me peso sempre, e eu desde a 5ª feira inchadaça por retenção braba de líquidos e não tinha ido totalmente ao banheiro, enfim… Ainda assim, quis conferir.

Coloquei-a em um lugar que me pareceu melhor (sem desnível), subi e ela me deu um resultado mais ou menos compatível com o que venho fazendo, sim.  Tinha que testar, para ter segurança no que registraria.  Então, dei um temo e subi de novo, repetindo esta operação algumas vezes.

Ela variava o resultado sim, mas em poucos gramas, algo bem mais normal. E o número que me apareceu 3 vezes seguidas eu registrei, equivalendo a menos 400g da última pesagem oficial.

Ela até me mostrou resultado mais bacana, mas achei correto registrar esse, a idéia não é me enganar.  Fiquei contente com o avanço, que sem dúvida é menor do que os que eu tinha antigamente mas… antigamente já passou.

A Beth de hoje é outra, com mais idade, com o organismo em franca transformação, tudo tem que ser considerado. E estou sem atividade física, ainda. A única que estou autorizada a fazer é hidro e ainda não comecei por alguns imprevistos que implicaram na grana.

Mas isso não vai demorar a acontecer, seria em março e não deu, vai ser em abril, mais tardar maio.

Além disso, eu continuo valorizando cada passo dado na direção certa seja ele longo ou curto.

Eu estava agoniada, querendo pesar. Toda vez que fugi da balança só me estrepei. No passado, eu cheguei a ignorar por anos a existência desse instrumento.  Imaginava que estava com determinado peso e pronto, assumia aquilo como verdade. Engordava mais e mais, sempre achando que ‘não estava acontecendo’ ou que tinha sido ‘bem menos do que parecia’. Mas a balança? Nada. Distância.

Eu dizia que não nos dávamos bem. Na verdade, não era isso que acontecia. Eu é que a defini como inimiga, ela estava lá, na dela, disponível.

Para a balança, tanto faz como tanto fez, se a gente subir ou não nela. Não muda em nada a vida dela…rs Na nossa, faz uma diferença absurda. Fez na minha mais de uma vez.

Evitar verificar o peso para não sofrer, por recear ver um número que me doeria, foi um erro e tanto. Ficar esperando agir, emagrecer para só depois subir na balança e ter um resultado melhor, que não me machucasse a alma, era uma grande bobagem. Era manter a vaca na cerca, com medo de ela despencar, mas sem olhar para ela, porque se eu visse que ela já não estava mais ali, doeria demais.

E assim, não tirava a vaca de perto da cerca, não cuidava direito e não via que a cerca já estava cedendo, pouco a pouco.

Tivesse eu conferido semanalmente o progresso ou mesmo o estrago, para agir a tempo de evitar prejuízo maior, não teria voltado a engordar tanto. Me segurei, sempre, no ‘pelo menos não engordarei os 53 kg de novo’. Grande coisa! Não engordei os 53kg, mas engordei quase 25 kg! Qual a diferença? O que me levou a isso me levaria ao resto, claro!

Mas, acordei a tempo. E tenho sido muito atenta para, a cada dia, não cochilar mais. Dói ver um número alto? Dói. Mas e aí? Não é a realidade? Fugir da realidade não ajuda, porque ela não foge da gente.

Hoje estou com 3,8 kg a menos do que quando iniciei este novo ciclo, em 23/01 deste ano. Não nego que estou louca para chegar o dia em que novamente estarei fora dos 3 dígitos novamente e agora de vez. Depois, seguir para o ponto de onde não devia ter saído.

Mas, é passo a passo e cá estou eu, dando meus passinhos.
Feliz com isso, acreditem. É muito melhor do que fingir que está tudo lindo e maravilhoso  e não agir, vendo a vaca escorregar para o brejo, confiando na cerca que já tinha arrebentado há tempos!

A balança não é minha inimiga, mesmo. É aliada. É quem me mostra a verdade (pelo menos, quando funciona direito) e me ajuda a estar no controle.

A querida amiga Cris Almeida, além de blogueira light das boas, é também uma talentosa artesã. Querem conhecer a sua lojinha virtual, super fofa,  cantinho onde ela mostra e vende suas criações lindas? Vejam AQUI e confiram. E divulguem!

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

16 respostas para Trégua com a amiga balança

  1. Bruxa do 203 disse:

    A melhor coisa que a gente faz é acordar a tempo. Acredito que quem tem blog, faz reeducação alimentar e lê muito sobre o assunto pode até engordar um pouco, mas dificilmente voltará aos tempos de obesidade.

  2. teresinha disse:

    Parabéns Beth pela sua lucidez e valentía en encarar a verdade de frente e actuar en concordancia. Assim se faz, amiga Beth: levanta sacode a poeira e da volta por cima!

    Um abraço forte

  3. Walquiria disse:

    Oi Beth, seu blog me encanta e incentiva também, quanta lucidez em uma única pessoa. Parabéns, beijos

  4. kecia disse:

    Olá Beth,estou de volta e também comigo muitos quilos a mais…………..
    Como vc mesma falou fugir da realidade não ajuda em nada,então vamos encarar os fatos e correr atrás do preju.

    Beijos cheios de saudades!!

  5. Tathiana disse:

    Tenho evitado subir em balanças tb…
    bjs.

  6. Tetê disse:

    É verdade, Beth! A balança tem que ser nossa aliada você é focada e logo alcançará a meta! Estou passando para avisar que no post de hoje do Avaliando a Vida tem um selinho em comemoração ao nosso dia: Dia do Blogueiro! Bjks Tetê

  7. selma rosa disse:

    Oi beth!
    A minha balança tbm ta maluca, alias…ela sempre foi maluca e quase me deixou assim tbm no inicio da minha vida de bariatrica!
    Eu nem dou mais bola pra ela, só me peso de 15 em 15 dias e olha lá!Mas com certeza ela é uma ótima ferramenta pra avisar se estamos indo bem ou mau no emagrecimento!Usando corretamente, ela é nossa amigona mesmo!
    bjossss

  8. cris disse:

    Então Beth querida!!! eu tambem nao fico muito tempo se pesar não, pelos mesmo motivos, é achar que tô no controle e quebrar a cara (pior que eu faço isso sempre)! mas sinto falta da minha balança antiga, era daquelas de ponteiro sabe? (não sei o nome) e era poderosa, em mais de 7 anos de uso nunca me deixou na mão, mas tava velha, enferrujada até (um pouco por causa da Susi, que confundiu a pobre com pinico), mas marido com a maior boa vontade comprou essa digital e eu me desfiz da outra, cai do cavalo, mas agora sei que ela “rouba” meu peso em 2 kg PRA BAIXO, ou seja, a safada mente por mim…rssss….então quando vou me pesar, subo nela e somo 2 kg a mais, pra ter certeza de vem em quando peso na farmácia, pra ter certeza…

    E concordo com você plenamente de novo: honestidade é tudo, até porque a gente até pode mentir pra todo mundo, mas a verdade tá lá no fundo cutucando a gente…afe! eu já cai e levantei tantas vezes, o ultimo ano foi um fiasco em termos físicos e de equilibrio, mas aprendi uma coisa importante (com você) que é não deixar que uma coisa interfira na outra, levou tempo amiga, mas tô consigo aplicar isso, exatamente como voce falou a muitos, muitos posts atrás…não sei se lembra que eu disse que ia guardar? guardei e consulto sempre…

    Então vamos lá, guerreira é assim mesmo, tem sempre uma boa e proveitosa batalha pra encarar!

    Ahhh, antes que me esqueça, obrigada de coração pela força com a lojinha, não sabe o quanto me deixou feliz amiga! obrigada mesmo…

    Um beijão! Boa semana!!!

  9. Cris disse:

    Preciso de uma balança também…e tem que ser a mesma sempre, porque balança é um negócio muito estranho…meu marido sempre confere o peso num Wal Mart que tem aqui perto, e ele sabe se emagreceu ou não por lá, porque outras sempre variam absurdamente. E a balança é aliada sim, às vezes a única que fala o que precisamos ouvir…

    Bjs!

  10. Lela disse:

    Ah! Beth,

    “…cada um sabe a dor e a delícia de ser o que é..”

    Lendo seu post me deu vontade de cantar
    Vá entender! kkkkk

    Adoro vir aqui

    beijus

  11. Fa disse:

    Demais o post!

    Eu perdi 17 QUILOS em cerca de 10 meses de maneira saudável.

    Compartilho a minha história em meu blog:

    http://magraefelizvigilante.blogspot.com/.

    Espero encontrá-las por lá :).

    Abs.!

  12. Felipe disse:

    Oi “Tia Beth” lembra de mim? Teu sobrinho virtual! Eu te visitava sempre em 2007 no teu antigo blog, perdi 14 kgs naquela época. Hoje 5 anos depois, voltei a engordar e criei um novo blog pra compartilhar com vocês meu processo de emagrecimento. Adorei reencontrar seu blog, você sempre foi uma mãezona pra mim e sempre me trouxe conselhos ótimos! Venha me visitar, grande beijo.

  13. Leila disse:

    Oi beth, entendo vc perfeitamente.
    a minha balanca ta meio rebelde, nem mostra mais o peso, mas é nova, to revoltada com ela.
    mas sim, ela é nossa aliada, ela ta la pra mostrar pra gente oque estamos fazendo.
    qd fugi dela, engordei horrores.
    vc é outra pessoa, melhor, mais amadurecida, e tudo vai dar certo.
    nao desista jamais.
    bjs

  14. luarcoirisvioleta disse:

    Beth,
    Depois que a gente passa dos 40 é mais difícil mesmo, já dizia a minha ginecologista, rsrsrs
    E agora que estou mais pra 50 que pra 40… kkk. 47 anos de pura travessura e lutando pra emagrecer em plena menopausa. Ufa! Difícil é, mas não impossível.
    Mas me conta, já começou a hidroginástica?
    Eu ainda estou sedentária, mas prestes a sair da inércia-
    Bjs,
    P.S. miga, porque só consigo postar aqui se colocar meu face e apenas com meu blog não aceita?

    • Beth disse:

      Lu, não há nenhuma configuração diferente, portanto, não sei o que pode estar acontecendo para você não conseguir através do seu e-mail, viu querida? Vou dar uma olhada, de q ualquer jeito.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s