REEDUCAR SEMPRE

Me reeduquei verdadeiramente, repito sempre, desde que em 2003, exatos 10 anos atrás, entrei para o Vigilantes do Peso decidida não só a emagrecer mas, principalmente, a mudar a mentalidade, o estilo de vida e, lógico, a alimentação.

reeduque=cerebro

Quando, em dezembro de 2006, atingi um peso aceitável, compatível com a minha história, o meu organismo e suas particularidades, eu podia dizer que era uma Beth totalmente diferente da que iniciou aquilo tudo, anos antes. Não só fisicamente, mas por dentro, mesmo. Outra cabeça! Outra atitude! E outro corpo!

capa de gorda

Passei a ter regularidade na alimentação, um cardápio muito mais variado e nutritivo, já que de quase nada passei a comer praticamente todos os legumes e verduras, aumentei a quantidade e a diversidade de frutas e outros itens que antes, gostando ou não, eu acabava não consumindo antes.

dieta-prato

Também passei a ter atividade física rotineira, embora moderada, dando fim a um longo período de sedentarismo. E ficou consolidado, para mim, que este processo não é um sacrifício, se a estrada não for radical, e se a gente encarar como algo que nos leva aonde queremos. E que chegamos lá bem, com saúde, com energia e não doentes, ou sem conhecimento de como foi a viagem.

Sempre dizia na época e torno a dizer agora que não fui levada a uma meta de olhos vendados, eu sei exatamente cada pedacinho de chão percorrido, o que foi mais fácil e o que foi mais complicado, o que eu mais curti e o que me incomodou, não esqueço de nenhum detalhe.

Depois da meta atingida, do boletim de Associada Vitalícia do VP recebido, me emputecia bastante ver um e outro quilo retornando ao corpo, o que eu achava absolutamente injusto, afinal eu ‘tinha me educado verdadeiramente’.

As auto-análises constantes me mostravam que sim, eu havia mudado totalmente a minha forma de viver e comer, mas… estaria eu fazendo tudo, tudo, tudo tão certinho assim, para merecer continuar com o pesinho mais bonitinho que consegui conquistar?

Muitas vezes, achava que sim e ficava zangada. Em outras, eu via que, realmente, precisava de pequenos ajustes e, quando os fazia, logo um e outro quilo iam embora, mas nunca chegava de novo naquele peso da meta, aquele que me deu o bendito Certificado de Peso Ideal do VP que me fez chorar e celebrar tanto, de emoção e alegria.

Mas, sabe como é! A gente passa a ‘se achar’. Enquanto aquele quilinho a mais, e aquele outro, não causam estragos mais visíveis, a gente entra numa de ‘ah, isso eu tiro de letra’. E não faltaram posts no meu blog anterior e talvez neste aqui mesmo, em que eu falei sobre a minha prepotência, o quanto o ‘eu me garanto’ me ajudava daqui e me atrapalha acolá.

E aí, muitas vezes, em vez de ser REGULAR no comportamento que me manteria bem, eu ia vacilando hoje, melhorando amanhã, fazendo legal depois de amanhã, dando uma vacilada no outro dia. Uma semana linda, a outra mais ou menos, um mês caprichado e o outro meio esculhambado. Regularidade, também citei aqui várias vezes, era a alma do negócio e eu não estava sendo regular.

Por que? Talvez por achar que ‘um tapinha não dói’… RS

O fato é que eu me apegava ao seguinte: se emagreci mais de 50 kg sem me privar de nada, sem qualquer radicalismo etc., por que agora eu fazia a mesma coisa e não conseguia me livrar dos 5 kg a mais, depois 7 kg a mais etc. que estavam voltando?

Certamente, porque eu emagreci 2 dos 5 kg a mais e já dava uma vacilada, afinal, estava quase lá, dava para bobear, né? O ‘me garanto’ de novo aparecia e eu tropeçava na mesma casca de banana que eu mesma jogava para mim.

Quando comparava a minha imagem atual às fotos de ANTES de emagrecer, sempre me via tão melhor, tão mais fina, tão mais bonitinha, e aí pensava: ah, está ótimo ainda.

Sabia que não podia vacilar, mas… vacilava e me dizia: não, não estou vacilando, pois eu me reeduquei verdadeiramente.

E pronto, virou o meu chavão. Dureza admitir, né? Mas é preciso. Sem culpa, mas com honestidade para comigo mesma e, claro, para quem vier aqui me ler.

O que significa ‘ter me reeducado verdadeiramente’, penso eu agora? Gostar e consumir, sem qualquer problema, verduras e legumes? Ter uma boa noção de quantidade, combinações, variedade, qualidade nutricional etc.? E outras coisas?

Pode ser.
O fato é que SABER sem APLICAR rotineiramente o que se sabe, neste caso, não resolve muita coisa.

Continuar comendo verduras e legumes no dia-a-dia, porém, sempre aproveitando para colocar no prato mais uma coisa e outra que não precisam e não devem ser para todos os dias, como por exemplo aquele risole, aquele kibe de catupiry, aquela porção extra de farofa ou algo assim, significa estar aplicando aquilo que aprendi, absorvi, gostei e me fez ter sucesso?

Não. Educar verdadeiramente é usar aquilo que se sabe, para o bem.

Hoje estou consciente de que eu me reeduquei sim, aprendi muito, mas na medida que deixei de praticar no dia-a-dia, fazendo um QUASE bom, me permiti primeiro ficar ano QUASE bem e, com o tempo, deixar escoar pelo ralo significativa parte do que havia conquistado.

Então,  hoje eu estou consciente de que independentemente de hormônios, depressão, remédios para lesões no pé, falta de atividade física por restrição médica etc., o que me devolveu tantos quilos foi, na verdade, a falta da persistência na aplicação, de forma regular, de tudo que eu aprendi.

Ou seja, vou em breve rumo à Re-Reeducação! kkkkk

Estou bastante tranqüila quanto à minha vontade de, muito em breve, meter bronca nesse processo de novo. Eu QUASE me sinto preparada para a empreitada, de novo.

Percebo muitas coisas acontecendo bem naturalmente na minha cabeça, com relação a isso. Acredito que muito em breve chegarei aqui com novidades boas, como mencionei no outro post.

Ainda definindo o caminho, mas certa de que já estou numa fase bem legal, que já vivi antes, a da pré-reestréia…rs

Beijo carinhoso a quem ainda vem por aqui e obrigada pela paciência e carinho.

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

22 respostas para REEDUCAR SEMPRE

  1. aline disse:

    É minha amiga estou na mesma vibe q vc…me preparando para agora de fato encarar uma reeducação alimentar….antes eu ficava planejando muito aliás sou craque em estratégias mas ainda me desculpava…mas ultimamente ando com raiva de mim por me ver assim enorme e desforme e não fazer nd……
    Então força na peruca e vamos q vamos

    beijos

  2. Alice disse:

    Guerreira Beth!!!! Sou sua fã!!! Continue na luta!!! Beijos e muita luz!!!

  3. Lili Bolero disse:

    Você descreveu com fidelidade muito do que sinto e penso a maior parte do tempo como: …Hoje estou consciente de que eu me reeduquei sim, aprendi muito, mas na medida que deixei de praticar no dia-a-dia, fazendo um QUASE bom, me permiti primeiro ficar ano QUASE bem e, com o tempo, deixar escoar pelo ralo significativa parte do que havia conquistado. Cheguei aos 74 kg, que foi o menor peso que tive nos meus 53 anos de vida. Hj estou com 91 kg, frustrada e tentando readquirir a garra e determinação que fizeram-me atingir aquela meta. Sei bem do que você está falando Beth. Mas como somos persistentes e não nos deixamos abater, vamos juntas partir para uma nova CONQUISTA? Bjs e um ótimo final de semana!

  4. Crizzz disse:

    Beth…a maturidade nos dá a firmeza que precisamos para proseguir…acho que nos deixamos levar por excesso de desculpas, que hj já conseguimos ver que temos que recomeçar de alguma forma. Vamos nessa de novo!!!!

  5. Barbara disse:

    a franqueza é o principal segredo do sucesso… ser sincero consigo mesmo faz toda diferença. beijo guria.

  6. Ana Cleide disse:

    Oi querida Beth!
    Você como sempre é maravilhosa.
    Consegue escrever bem o que muitas de nós sentimos.
    Eu mesma sou a rainha das desculpas, do ” vou deixar para amanhã”, e na verdade continuo oscilando, mais para cima do que para baixo.

    Mas te desejo muito sucesso nessa nova RE- reeducação alimentar.
    Você é uma guerreira por convicção e vai alcançar mais essa CONQUISTA.

  7. Teresa Tesoro disse:

    Gostei muito da sua franqueza, da sua sinceridade en se expôr. Excelente autoanálise. Ese já é meio caminho andado para o suceso.
    Un abraço

  8. Dani disse:

    Oi Beth minha querida amiga virtual, sumo daqui mas sempre que venho me atualizo com seus posts sobre a sua vida adoro, como sempre te falo adoro seu jeito de escrever clara, direta, consciente sem muito FruFru e na real. Por isso sempre venho aqui. Acho sua maturidade no quesito alimentação x emagrecimento sem tamanho, busco inspiração aqui como sempre… Adorei quando vc disse que iria continuar com o biquine e não iria se permitir colocar um maior, assumiu e pronto eu tb não me permito nuuuuuuuuuuunca um maior…rsrsrsrrs Quem quiser que feche os olhos…rsrsrsr adorei…Te desejo uma ótima semana Bjs a sumidinha Dani

  9. Valquiria disse:

    Ownnn minha musa inspiradora to contigo e não abro, se temos que começar de novo então bora lá, tem todo meu apoio e seu post estava lindo, cheio de verdades que às vezes queremos tb contar mas não achamos a palavra certa, obrigada por nos presentear com esses seus posts maravilhosos novamente e já sabe, né?! Quem foi Rainha nunca perde a Majestade!!!!
    Beijos…
    Val sleevada

  10. Nunca será começar do zero, ainda bem! É apenas re-começar, colocar em prática o que um dia deu certo, deu resultado e venhamos, um ótimo resultado.
    percalços fazem parte do processo, ás vezes lidamos na boa, outras não. O importante é a consciência e a motivação pra dar a largada!
    Boa sorte!!!!
    beijokas!!!

  11. Nunca será começar do zero, ainda bem! É apenas re-começar, colocar em prática o que um dia deu certo, deu resultado e venhamos, um ótimo resultado.
    percalços fazem parte do processo, ás vezes lidamos na boa, outras não. O importante é a consciência e a motivação pra dar a largada!
    Boa sorte!!!!
    beijokas!!!

    kkkkkk…até esqueci o nome do meu blog…kkkk
    vai de novo, agora com o endereço certo!!!

  12. Patty disse:

    Em primeiro lugar amei , amei de paixão seu blog, ja estou seguindo ele com certeza.
    Estou na luta contra a obesidade morbida, e spou viciada em maquiagem, entao uni o util ao agradavel, decidi criar um blog aonde eu pudesse contar sobre meu processo e luta para emagrecer e me tornar saudadvel e minha paixão que são as makes!
    Se voce puder me fazer uma visitinha, meu blog esta no inicio ainda é muito humilde mas é um espaço aonde me sinto muito feliz. bjs mil
    meu blog é:
    http://fatladyslovemakes.blogspot.com.br/

  13. Rosane disse:

    Olá, Beth! Eu a acompanho Há muitos anos, no entanto nunca tive coragem de comentar. Comecei há pouco tempo no VP e estou começando a colher os frutos da reeducação alimentar. Não é fácil, mas possível. Força querida!!! Você é inspiradora!!! Beijos!

  14. Giovana disse:

    Oi Beth, eu tb estou fazendo uma re-reducação, mas desta vez é de verdade, sem regime de fome.

  15. Milena disse:

    Beth, quero agradecer por voltar a compartilhar sua rotina conosco.

    Seus posts sempre caem como uma luva pra mim. Eu mesma tenho me perguntado porque não consigo mais emagrecer mesmo malhando como uma maluca. Na verdade não tenho mantido a regularidade na dieta, escapo aqui e ali, acho que não vai fazer diferença, mas faz sim toda diferença.

    Ainda acredito que vamos conseguir por vontade própria, sem ter que apelar pra nada. Já conseguimos no passado, não é mesmo?

    Abraço.

    • Beth disse:

      Eu que agradeço por sua companhia sempre tão querida, especial, gentil Milena! Sabe que sou sua torcedora sempre, gosto demais de você, viu? Sei que vai conseguir, você mesma disse, sabe onde está precisando acertar o passo, então faça isso, faça acontecer! Eu acredito em você e em mim! Beijos!

  16. Paty Roberta disse:

    Oi, Beth!
    Eu cheguei à obesidade grau II, justamente por “me achar”, por isso entendo perfeitamente o que diz.
    Já saí dessa fase e agora estou conseguindo colocar em prática tudo o que sempre soube.
    Falta muito a conquistar, temos que ser perseverantes.
    Beijos!

    • Beth disse:

      Paty queridaça, sei bem o que você está dizendo. Não imagina como estou gorda, garota. Mas, estou, não sou para sempre, então estou na luta, de novo. Retomando hoje, com calma, vou que vou.
      Vamos? Beijos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s