FEITO É MELHOR DO QUE PERFEITO

Anteontem, folheando um bloquinho de recados em casa, achei em uma das páginas, lá no meio dele, uma frase escrita por mim. Na verdade, transcrita, pois lembrei que havia escutado ou lido essa frase am algum lugar e anotei na hora. E a frase é esta do título deste post: ‘Feito é melhor do que perfeito’.

Avaliando o que isso quer dizer, podemos inicialmente entrar numa de ‘ah, qualquer coisa serve’. Mas, não é isso. ‘Feito é melhor do que perfeito’ se encaixa  no mesmo conceito de  ‘O ótimo é inimigo do bom’.  Não quer dizer que a gente pode sair esculhambando, fazendo as coisas de qualquer jeito, sem vontade e empenho em melhorar. Não é isso, definitivamente.

PERFEIÇÃO3

O fato é que muitas vezes, queremos fazer só o maravilhoso, perfeitinho, ótimo, sensacional. E como isso não sempre possível, pois somos humanos e temos um milhão de fatores que nos influenciam no dia-a-dia, acabamos entrando, muitas vezes, naquela de ‘se não posso fazer 100%, não faço nada’. O famoso ‘8 ou 80’ que ferra tudo.

 

‘Feito é melhor do que perfeito’ ensina, apenas, que se você não pode ou não sabe, ainda, fazer algo com perfeição, isso não significa que você então fique sentadinho(a) esperando cair do céu o dom da perfeição, o ‘plim’ de uma varinha de condão ou algo assim para, então, se mexer.

perfeccionismo2

O aprimoramento acontece aos poucos, à medida que vamos realizando as coisas. No processo de emagrecimento/reeducação alimentar/manutenção de peso não é diferente.

 

Todos querem iniciar ou recomeçar um processo já com tudo totalmente nos eixos: uma vontade absurdamente elevada de botar o pé na estrada + um ânimo maravilhoso para fazer tudo rigorosamente dentro do script + um planejamento sensacional + dinheiro, tempo e condições gerais 100% bacanas para garantir uma alimentação lindíssima, uma academia nota 1000 e tudo mais.

Ou então, já estão na estrada, percorrendo-a DO JEITO QUE DÁ PARA SER, mas insatisfeitas com a própria performance, entram numa de ‘se é para ser assim, não faço nada’. O que é um erro. A gente faz 100% do que É POSSÍVEL. E tenta, claro, fazer com que esse possível seja cada vez melhor. Um dia, será menos, no outro melhor, no outro um espetáculo. E é assim que a gente segue. Parado é que não se chega a lugar nenhum.

Síndrome-perfeccionista

Não dá para ser assim. Se definirmos um modelo quadradinho e só nos empenharmos se pudermos nos enquadrar totalmente nesse modelo, qualquer coisinha será suficiente para não fazermos a nossa parte.

Porque não faremos o 100%, mas nem o 90% ou 70% ou o que der. Não faremos 100% do POSSÍVEL naquele dia, naquele momento. No ‘tudo ou nada’, vamos ficar no nada. Não tem sentido.  Isso trava, atrasa o progresso ou simplesmente estagna a pessoa.

Então, gente boa, atenção todos nós:

1) Não pode pagar uma academia show de bola? Faz a outra, que é mais simples. Ou se movimenta fora da academia! Vá caminhar, andar de bicicleta, pular corda, dançar em casa, suba e desça escadas dentro do possível, vá para o outro ponto de ônibus para caminhar um pouco, desça antes ou depois do ponto normal para caminhar outro pouco etc.

2) Não fez o café da manhã bacana como gostaria? Não ‘meleque’ o resto do dia. Faça a próxima refeição  bem legalzinha e daí por diante. O dia não será perfeito, mas será o ‘melhor feito’ que deu.

3) Não tem alimentos especiais, diet/zero/lights em casa? Coma o que tiver, mas com moderação, bom senso, sabendo combinar as coisas. Não é obrigatório ter itens especiais e mais caros, nem sempre podemos por algum motivo estar com tudo disponível. A reeducação envolve vida normal. Um prato adequado tem legumes, verduras, porção adequada de cereais e de algum tipo de carne. Não deu para ser assim hoje? Amanhã você ajusta. Tudo tem um jeito, quando a gente se determina.

4) Não fez a sua atividade física, ou não vai fazer, por algum motivo que realmente impeça, então acha que não valerá a pena comer direito? Faça o que dá! Coma direito! Melhor 50% do que nada!

Então, é este o recado. Tenho procurado aplicar todos os dias. Não estou mais podendo dizer que tenho sido nota 10 todo dia, para ser honesta. Há dias nota 10, há outros em que me dou nota 9, 8, 7 e até 5. Mas prevalece uma média legal, entre 9 e 8.

Eu prefiro 10, claro! E acordo todos os dias me predispondo a isso! Mas, nem sempre rola. O que vale é que se nem sempre é perfeito, todos os dias eu vou deitar pensando, ao menos: FEITO!

E assim, vamos em frente.

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

14 respostas para FEITO É MELHOR DO QUE PERFEITO

  1. Lela disse:

    Oi queridinha

    Temos que ter paciência conosco, né? de cobranças já basta o Mundo
    Temos que nos amar!

    Tá difícil?

    Vamos fazer de novo e melhor

    amanhã,rs!

    Seu post delicioso sempre

    Beiju

    • Beth disse:

      Exato, Falcãozinho! Paciência, porém com perseverança, determinação, regularidade.Fazendo o melhor possível e que o possível seja cada vez melhor né? Beijos, obrigada!!!!

  2. Nina disse:

    Beth, esse post não poderia vir em melhor hora!
    Hoje mesmo estava pensando a respeito e realmente, quando se pensa: ‘se não posso fazer 100%, não faço nada’! Estou nessa e para sair da inércia é preciso valorizar cada passo.
    bjs

    • Beth disse:

      Oi Nina! É fato. Eu sempre penso isso, foi um aprendizado desde que comecei meu processo em 2003, mas se a gente não pensa, repensa, deixa isso bem impresso até na alma (kkk) e aplica, a coisa fica esquisita. Se não dá para fazer o ótimo, vamos fazer o bom, o regular. Não dá é para não se esforçar para tentar fazer mais, fazer o melhor. Mas o melhor, num dia, pode ser metade do que conseguimos em outros dias, por conta de mil coisas. Beijos, força!

  3. claudia riviello disse:

    Beth, que bom te ver aqui de novo! Você não tem idéia do ânimo que suas palavras trazem. É muito bom ver que você retomou a caminhada! Buscar a perfeição sempre é o primeiro passo para a estagnação. E a vida é ciclo, transformação, aprimoramento. Estou tentando internalizar isso. Um dia de cada vez. Beijão e traga sempre suas palavras.

    • Beth disse:

      Claudia, obrigada pela companhia e receptividade, sempre com tanto carinho. Retomei sim a caminhada, desta vez está bem mais difícil, sabe? Mas, isso se tornou um desafio ainda maior. Vou fazendo o melhor que posso, a cada dia. VocÊ vai conseguir internalizar isso sim. É exatamente como você disse: um dia de cada vez. Uma hora de cada vez. E por aí. Vai. Beijoca!

  4. aline disse:

    Nossa eu estava meio que assim….mas por motivos de saúde….uma puta hemorragia do mundo cão …e as dores só passavam com coisas geladas e nem pensar em caminhar….mas agora to fazendo o que posso e esse que posso tem que bastar ….
    bjs

    • Beth disse:

      É isso, Aline! Faça o que pode. Agora, tente poder cada vez um pouquinho mais, procure o aprimoramento. Nem todos os dias são iguais, nós mudamos também, então um dia você vai celebrar ter arrasado, feito 100%, no outro vai celebrar ter feito menos, mas sabendo que foi o melhor possível. Feito, embora não perfeito! Feito! Beijoca!

  5. Alisson disse:

    Ai, ai, minha musa…
    Acabei de levar um tapa na cara porque nos últimos tempos tem sido de tudo ao nada, logicamente, vencendo o nada porque uma vez sucumbindo, sucumbindo de vez. Pra variar você sempre abala as minhas estruturas.
    Beijão.

    • Beth disse:

      Ô meu Deus, não era para te bater não, querida! kkkkk
      A coisa não é fácil mesmo, amore. Mas a gente vai se ajustando, dia a dia né?
      Beijão, força aí!!!!

  6. Fernanda Dutra disse:

    Beth, querida!! Não sei se vc lembra de mim. Sou a Fernanda, eu trabalhava na TIM e uma vez almoçamos juntas, eu vc e o seu amigo Léo. Na época, todos fazíamos o VP. Nossa! Quanto tempo se passou! Mas eu sempre vim aqui (e no blog antigo) dar uma espiada. Fiquei muito feliz por vc ter voltado a escrever e até assinei para receber as atualizações no meu e-mail. Hoje eu faço Dukan, mas continuo na luta! Suas palavras me incentivam muito. Beijos grandes para você. Estava com saudades!!!

    • Beth disse:

      Como eu esqueceria, querida? Minha amiga flamenguista linda! Que bom ter notícias suas! Como vai tudo????
      Beijos, me escreva! (beth.ebprs@gmail.com)

  7. kecia disse:

    Bom Dia,Beth sempre que venho em seu cantinho encontro palavras pra lá de realistas e super positivas, que vão me ajudar bastante em mais um recomeço;
    Beijos e uma otima semana.

    • Beth disse:

      Kecia, obrigada, gosto de saber que a minha trajetória, mesmo com tantos altos e baixos, ajuda também na dos meus companheirinhos! Força!!!! Beijo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s