Sempre aprendendo…

Aqui vou registrando coisas que aprendi e que tenho que reestudar sempre.

– Acreditar que é possível move à ação que torna possível. Acredito sempre que sou capaz de alcançar meus objetivos.
– Tenho que ter cuidado para não confundir o ‘acredito em mim’ com ‘sou a bam-bam-bam do pedaço’ que pode me levar a permissões excessivas, prejudiciais.
– Entendo que desejar é diferente de querer. Quem deseja, fica muitas vezes no ‘bem que eu gostaria…”. Quem QUER DE VERDADE batalha para conquistar.
– Sou um ser humano. Seres humanos erram.
– O erro ensina. Procuro ser produtiva, tornando minhas falhas uma forma de melhorar meu jeito de pensar e agir, para não repetir o erro, em vez de serem só um motivo de lamentação.
– O acerto motiva. Procuro usar cada atitude correta e seu resultado positivo como motivação para continuar na linha. Mas com cuidado para não achar que o campeonato está ganho, sem que tenha acabado.
– Reeducação alimentar não tem começo, meio e fim. Tem começo, continuação, e é para sempre.
– Os hábitos não nos deixam, nós é que temos que deixá-los.
– Para largar um velho (e mau) hábito, é preciso praticar a nova forma de agir repetidamente, até que ela se enraize, se torne hábito. Aí, o antigo, não mais repetido, vai se tornando algo eventual.
– O velho hábito espreita sempre, quem tem que dizer ‘sai fora’ para ele somos nós.
– Há dias e circunstâncias em que fazer 50% é lucro, pois isso pode ser 100% do que foi possível, naquela hora.
– Qualquer grama emagrecido deve ser celebrado. É passo à frente, na direção do objetivo. Melhor que ficar parada. Melhor que andar pra trás.
– Ao falhar, mesmo que já seja noite, posso e devo a partir dali proceder corretamente, e não sair chutando o balde para só corrigir o passo no dia seguinte.
– Hoje e AGORA é o que temos de concreto. Por isso, nada de postergar a ação que me leva ao que quero.
– A ansiedade é péssima companhia, só aconselha mal.
– Pular refeições, restringir demais o cardápio, fazer uma dieta sem diversidade, sabor, beleza no prato etc. é um passo e tanto para depois cair de boca, errar feio.
– Quanto mais amplo é o meu cardápio, mais tenho chance de me alimentar bem, com prazer, sem enjoar e emagrecer com saúde, sem me sentir uma sacrificada.
– Ler, reler, ouvir, escutar de novo, pensar, refletir mais uma vez sobre coisas aparentemente óbvias é importante. Quantas músicas a gente ouviu cem vezes e só depois um determinado som, ou um trecho da letra, nos tocou? Assim é com o que se refere a este processo e a tudo na vida.
– O que funcionava há 3 anos para mim, hoje já não é suficiente, pois eu não sou também igualzinha. Assumir isso e admitir que preciso mudar certas coisas é essencial. Não é mole, mas eu posso.
– O meu processo de emagrecimento é meu, beneficia a mim, portanto cabe a mim, somente a mim, fazê-lo ir adiante com sucesso.
– Não tenho que comer algo só porque alguém perto de mim está comendo.
– Se eu só comer quando tiver fome física de verdade e não por vontade, gula, influência dos outros etc., aumento significativamente minhas chances de vitória.
– Ter apoio de familiares e amigos é importante, mas não dependo disso para fazer a minha parte para chegar onde quero.
– O mundo não vai acabar, posso deixar para outro dia aquele pedaço extra de um alimento, ou um item que vai ser demais no meu prato agora.
– O emagrecimento não é linear.
– Comer em intervalos regulares mantém meu metabolismo acordado e evita fome excessiva na próxima refeição.
– Sobremesa não é só doce. Pode ser fruta, gelatina diet, iogurte…
– Não é porque um alimento é diet ou light que eu tenho que comer em maior quantidade.
– Comida não é prêmio, nem castigo. Não tenho que comer algo a mais para me premiar por algo bacana, não tenho que comer errado para me punir por ter falhado.
– Se quero comer algo e não tenho idéia do que é, então é porque não quero nada, estou só de gula.
– Muitas vezes aquele vazio no estômago não é fome, é sede. Beber água, um chá, algo assim resolve neste caso.
– Comer sentimento é tapar a panela com a tampa errada, vai continuar descoberta, mal coberta…
– Para sentir que estou repetindo algo que gosto, sem me atrapalhar, posso comer primeiro só a metade da porção e me permitir o repeteco, na verdade, a segunda metade. Psicologicamente funciona.
– Durante o ano inteirinho há feriados curtos e longos, emendados ou não, festas de aniversário, casamento, bodas de alguma coisa, comemorações com a turma do trabalho, de um curso, com amigos daqui e dali, eventos familiares e mais um monte de coisas. Se tudo for motivo p/ sair totalmente da linha, como querer resultado positivo?
– Mais gostoso do que o doce ou salgado extra de hoje e amanhã, é entrar no provador da loja com uma roupa escolhida e ela caber, ficar boa no corpo, eu me sentir linda e gratificada por ter conseguido isso. Então, isso é algo em que devo pensar sempre, um segundo que seja, antes de fazer uma bobagem.

9 respostas para Sempre aprendendo…

  1. Elaine disse:

    Que delícia ler essas dicas. Motivam e muito na caminhada!
    Grande Beijo!

  2. Lívia disse:

    Beth, adorei seu novo cantinho e a aba de aprendizados! Deu até vontade de copiar! rs
    Não sei se vai lembrar de mim, afinal já tem alguns anos que estou meio “out” dos blogs. Sou a Betty, sua antiga xarazinha! Mil beijos!

  3. Tatiana disse:

    Olá Beth, que legal esses pensamentos são motivadores, aliás, o seu site, a sua história são motivadores! Parabéns!! Espero que eu também consiga atingir meus objetivos. Abraço!

  4. cristina disse:

    Conheci seu blog agora, chorei na hora que vi o seu antes e depois, pois temos quase a mesma idade, já emagreci 30 kg mas ainda falta 50 kg, mas sempre tive um pouco de duvida que conseguiria, principalmente com a idade, mas foi muito bom entrar aqui, me deu um renovo, obrigado, vou ti seguir, foi um grande prazer conhecer uma mulher vitoriosa assim, bjos

  5. Kaká disse:

    Ótimo aprendizado para todas nós! Com certeza sempre aprendemos algo em um dia, só cabe a nós parar para pensar e tirar proveito mesmo se foi algo ruim à primeira vista. Mensagens muito inspiradoras! Agradeço a Deus por ter me trazido aqui. Grande beijo, Beth! Saudade imensa.

  6. Kátia Bizan disse:

    Oi Beth!!

    Adorei o seu site!! Super incentivador!!
    Guardei seu texto para ler várias vezes e o disponibilizei no meu blog também, mas indiquei a fonte ok? Adorei! Perfeito!! É isso mesmo!!!
    Parabéns pela força!! Estou na caminhada também!! Sempre!!

    bjs!!

  7. Eusiane disse:

    Nossa isso é muito motivando, no momento estou precisando muito disso…
    Parabéns pela conquista

  8. nossa como eu precisava ler isso, amei teu post, como sempre aprendo muito contigo menina
    bjim e agradeço a força de sempre

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s